Torture Squad: Biografia


O TORTURE SQUAD surgiu em São Paulo em 1990 com Cristiano Fusco (guitarra), Marcelo Fusco (bateria) e Marcelo Dirceu (baixo/vocal). Alguns anos mais tarde, Marcelo Dirceu e Marcelo Fusco deixaram a banda e em 1993 então Cristiano recrutou Amilcar Christófaro (bateria), Vitor Rodrigues (vocal), Fúlvio Pelli (guitarra) e Castor (baixo).

Entram em estúdio em agosto de 1993 para gravar a primeira demo-tape, "A Soul in Hell", com 4 músicas soando mais thrash/death metal. Logo após a demo, Fúlvio deixa a banda e a partir daí, os membros do Torture Squad preferem continuar tocando e compondo com apenas uma guitarra, o que perdura até hoje.

Com quatro integrantes no line-up, a banda grava seu primeiro álbum "Shivering" (1995), mas só lançam em março de 1998 de forma indepedente. Quando a primeira edição estava por esgotar, um novo selo brasileiro, chamado "Destroyer Records", se interessou em relançá-lo e desde então o TORTURE SQUAD e a Destroyer começaram a trabalhar juntos. A gravadora se mostra interessada em lançar o próximo álbum da banda e a partir daí, a banda começa a compor para o segundo álbum que viria a ser o "Asylum of Shadows". Em dezembro de 1999, o novo álbum é lançado rendendo uma pequena turnê na Alemanha em 2000 e em dezembro de 2001 lançam "The Unholy Spell", um dos melhores álbuns da banda segundo o público e a mídia especializada.

Porém, após 10 anos sem sofrer mudanças na formação, Cristiano Fusco deixa a banda por não poder abrir mão de projetos pessoais. Sabendo que futuramente isso poderia prejudicar a banda, Cristiano e os outros membros chegam a um consenso de que seria melhor efetivar um outro guitarrista para a banda continuar, então foi feita a opção pelo competente Maurício Nogueira (IN HELL e KRISIUN).

Com a formação estabilizada, entram em estúdio para gravar seu quarto álbum e em 2003 lançam "Pandemonium", levando o título de melhor álbum do ano pela revista Roadie Crew e demais sites.

Na metade do ano de 2004, o TORTURE SQUAD lança seu quinto álbum "Death, Chaos And Torture Alive" juntamente com o DVD homônimo. Como o próprio nome diz, esse álbum mostra toda a fúria da banda ao vivo do show gravado na Led Slay em São Paulo.

Em 2006 eles realizam uma turnê de dois meses tocando em cidades na Alemanha e Áustria e lançam seu primeiro EP "Chaos Corporation" como uma prévia para o próximo álbum chamado "Hellbound".

Em 2007 venceram a seletiva brasileira para representar o Brasil no "Wacken Metal Battle 2007", uma competição que envolve bandas de diversos países e que acontece anualmente no "Wacken Open Air" (ALE), o maior festival de Metal do mundo.

A participação do TORTURE SQUAD no festival foi um resultado de um processo de seleção promovido no Brasil pela revista Roadie Crew, que envolveu outras 49 importantes bandas brasileiras de metal. Sendo assim, voou para a Alemanha e sagrou-se vencedora do 'Metal Battle' no "Wacken Open Air 2007". O resultado foi apurado no dia 4 de agosto, no centro de imprensa do "WOA", onde estiveram presentes jurados de treze países, além de integrantes das bandas participantes.

Este resultado permitiu ao TORTURE SQUAD a assinatura de um contrato com a gravadora alemã Wacken Records e seu mais recente álbum Hellbound é lançado na Europa e no Brasil. Porém, no começo do ano de 2008, Maurício Nogueira deixa a banda por motivos particulares e Augusto Lopes, da banda Eternal Malediction assume o posto de guitarrista. Com este line-up, a banda volta para a Europa realizando a maior turnê até então cobrindo 16 países em mais de 70 shows.
Atualmente trabalham na gravação do novo disco intitulado, "Aequilibrium", que é pra ser lançado em 2010

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas