PANIC: lenda gaúcha.



O Rio Grande do Sul sempre teve uma cena Metal muito forte, sobretudo no que diz respeito ao Metal Extremo, marcado por bandas já renomadas como KRISIUN, AMEN CORNER, os extintos REBAELLIUM e THE ORDER, entre outras. Além desses importantes nomes, o território gaúcho lançou duas bandas de suma importância no cenário Thrash metal mundial, o PANIC e LEVIATHAN. Ambas as bandas surgiram na fecunda década de 80, quando o Metal pulsava explosivamente em nosso país. A banda surgiu em 1985 partir da união de Eduardo Martinez (guitarra), Ricardo Olsen (baixo) e Marcelo Russowsky (bateria), com objetivo de mandar um som nos naipes de bandas viscerais como CELTIC FROST, ONSLAUGHT, METALLICA, SATAN e SLAYER. Inicialmente nomearam a banda de TORMENTOR, e logo após, MASSACRE. Assim, a procura de um vocal, chamaram Regener por seu vocal berrado e forte, e com a ajuda de Ademir, da extinta loja Megaforce, de Porto Alegre gravaram sua primeira demo-tape, composta por quatro faixas do mais puro e cru Death/Thrash. Com esta demo, conseguiram um contrato de gravação com a Woodstock Discos, e passaram a chamar PANIC. A banda lançou três discos, sendo que o primeiro, “Rotten church”, lançado em 1987, foi um dos primeiros  registros Death/Thrash no estado, e teve um papel muito importante no Metal nacional, influenciando muitos jovens headbangers, além de ser um disco que permanece clássico até os dias de hoje. Em 1992, lançam o segundo álbum, “Best before end”, pela Cogumelo Records, que também atinge um bom respaldo perante o público, e pode-se notar neste trabalho uma evolução na técnica, não deixando o peso e agressividade de lado. Já em 1996, a banda lança seu último álbum “Boiling point”, também pela Cogumelo Records e um tempo depois, a banda encerra suas atividades. Nos idos de 1999, Eduardo Martinez volta a se destacar no cenário, agora como integrante da banda de Heavy metal HANGAR, na qual permanece até hoje. Para a nossa alegria, a PANIC retorna as atividades em 2009 e atualmente conta com Gabriel Siqueira (baixo/vocal), Hércules Priester (bateria) e Eduardo Martinez (guitarra). Agora resta-nos esperar e torcer por um futuro duradouro para a banda e novos ótimos discos.


Links relacionados:


 www.wargodspress.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais visitadas